Quão especializado é o seu atendimento Primarizado?

31 de agosto de 2021

 

Se tratando dos equipamentos de elevação e movimentação de cargas de seus processos fabris, os cuidados e manutenções são primarizadas?

 

O quão especializado este atendimento é? Existe algum procedimento de auditoria o qual valide de forma consistente o que foi feito no equipamento?

 

São muitos os questionamentos quando o assunto é primarização de manutenção em equipamentos específicos, muitas vezes nos limitamos no pensamento que em ter um colaborador que trabalhou “x anos” somente com determinado tipo de equipamento ou que foi devidamente treinado por uma especialista ou fabricante, já estaremos resguardados e seguros e com a devida atenção ao equipamento de alto risco…

 

Porém se fosse tão simples assim não teríamos rigorosas normas em volta deste segmento, em particular a NR11 a qual aponta a obrigatoriedade de atendimento especializado por organismo externo devidamente cadastrado junto ao CREA e com o CNAE voltado para este departamento (33.14-7-08). A obrigatoriedade surgiu através do histórico estatístico de acidentes e incidentes voltados para a elevação e movimentação de cargas, sendo ela por falha operacional ou pelo desgaste natural dos componentes;

 

Ter a mão de obra especializada a campo é importante, mas uma engenharia especializada e dedicada neste assunto é fundamental tanto para a vida do colaborador quanto para a segurança da operação e os bens ao redor da movimentação, onde são analisados cada ponto de desgaste e previsto um potencial acidente este é o ponto chave da especialização em equipamentos de elevação e movimentação de cargas.

 

Entre em contato com um de nossos Especialistas através do número: (11) 97483-8853 ou clique aqui.

Saiba mais sobre a Rigging Brasil